Ouça a Latina Brasil! Estamos ao vivo 24h por dia.

Neste último domingo (09), foi informado que Joel Pimentel deixará o grupo CNCO depois de pouco mais de cinco anos juntos. O grupo foi formado durante o reality musical La Banda, em 2015. Não demorou para se tornarem grandes nomes da música latina, tornando-se o maior grupo latino dos últimos tempos.

Você também pode gostar:
Thalia lança mais uma prévia do novo álbum
J Balvin celebra aniversário com música nova
Rosalía: novo álbum deve ser lançado apenas em 2022

Recentemente, em fevereiro, CNCO lançou um álbum que reúne releituras de grandes clássicos latinos, o Déja Vu. Foi um projeto que começou durante o isolamento, quando cada integrante passou meses com a família depois de muito tempo. Antes da pandemia, o grupo começava a trabalhar em um novo ciclo, que iniciou com Honey Boo, parceria com Natti Natasha.

“Estamos tristes em comunicar que após cinco anos e meio inesquecíveis e mudanças de vida juntos, sexta-feira, 14 de maio, será o último dia de Joel como membro do CNCO”, diz o comunicado compartilhado nas redes sociais do grupo. “Queremos que saibam que, enquanto Joel vai atrás de novas oportunidades, nós somos e sempre seremos irmãos. Nós o apoiamos nesse novo capítulo, e sempre, o mais importante, seremos uma família.”

Nunca existe um momento certo para deixar uma banda, principalmente se é um dos maiores do mercado atual. Pimentel deixa o grupo após três meses desde o lançamento de Déja Vu. “Nós sabemos que as notícias são tristes e é tão difícil para vocês quanto é para nós, mas agradecemos que você continue com a gente. Mesmo que seja diferente, nós estamos muito empolgados para continuar mostrando a nova era do CNCO e mal podemos esperar para vocês verem o que temos para vocês!”

Joel compartilhou também um comunicado próprio, além de repostar o comunicado oficial do grupo. “É hora de explorar novos caminhos artísticos, hora de começar a construir meu próprio caminho e carreira”, escreveu. “Foi por esse motivo que decidi deixar a banda. Ao Erick, Chris, Richard e Zabdiel, eu realmente desejo o melhor para vocês continuarem com o legado do CNCO. Nós vivemos tanta coisas juntos que agora somos uma família”.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *