Siga a LATINA

Notícias

Artistas boicotam Grammy Latino por falta de indicações ao Reggaetón

Artistas levantam a hashtag “Sem Reggaetón Não Há Grammy Latino”.

Sofia Sampaio

Postado

em

Artistas boicotam Grammy Latino por falta de indicações ao Reggaetón

Pessoal, vem que tá tendo bastante bolo. Na manhã desta terça-feira (24), o Grammy Latino anunciou os indicados à premiação deste ano, que rola em novembro, em Las Vegas. Até aí, tudo bem, afinal Alejandro Sanz foi o mais indicado, seguido por Rosalía que tem conquistado seu lugar no mundo da música latina cada vez mais.

Porém, aqueles nomes que sempre aparecem em outras premiações, os grandes cantores do reggaetón, não apareceram tanto quanto o de costume. J Balvin, por exemplo, aparece na categoria exclusiva para canções urbanas (Com Caliente e Con Altura). Ozuna, um dos cantores que mais levou prêmios e indicações neste ano em outras premiações, aparece na mesma categoria somente com Baila Baila Baila. Já na categoria de Melhor Álbum Urbano, nenhum deles ganhou indicação: Kisses, de Anitta; X100PRE, de Bad Bunny, Mi Movimiento, do De La Ghetto, 19 de Feid e Sueños do Sech foram os nomeados.

Já na categoria de Melhor Fusão Urbana, o reggaetón aparece com Con Calma, de Daddy Yankee e Snow e Otro Trago, de Sech com Darell. E… bom, essa é basicamente a participação do gênero urbano no Grammy Latino.

Artistas desse gênero não curtiram nada, nada. Natti Natasha foi uma das pioneiras a começar o movimento “Sem Reggaetón, sem Grammy Latino“. Nas redes sociais, a dominicana escreveu: “Somos uma cultura, um movimento já estabelecido, nunca dependemos de prêmios (…) Grammy Latino, aprenda a respeitar nosso gênero e nosso produto”. Ainda postou seu álbum e disse que “Por falta de música boa e de qualidade, não é”.

J Balvin usou o Instagram para postar a mesma imagem, com a legenda “Pela cultura e movimento”.

View this post on Instagram

Por la cultura y el movimiento !!

A post shared by J Balvin (@jbalvin) on

Daddy Yankee, embora indicado, também deu seu manifesto. “Apesar de ter sido nomeado, não estou de acordo com a maneira que trataram o gênero e à muitos dos meus colegas. Lembrem uma coisa coisa muito importante, sua plataforma não foi a que criou esse movimento. Isto vai além de um prêmio. Isso é cultura, credibilidade, pertinência e respeito”.

Karol G, por sua vez, sem nenhuma nomeação, repostou o post de Daddy Yankee para também expressar sua indignação.

Compartilhe com seus amigos!

Trending