Siga a LATINA

Notícias

Bad Bunny é capa histórica da Playboy

Cantor é destaque da edição de julho.

Vinicius Oliveira

Postado

em

Bad Bunny é capa da revista Playboy

Sentindo falta do Bad Bunny? Ausente nas redes sociais, o porto-riquenho estampa a capa digital da revista Playboy.

No Instagram, a publicação mais recente foi em maio, pouco tempo depois da entrevista que deu à Rolling Stone. Agora, o cantor aparece na capa da Playboy e, como quase tudo que faz, entra para história.

Você também pode curtir:
Latinos se unem para mensagem em ’20 Segundos o Más’s’
Premios Juventud: J Balvin e Karol G dominam indicações
ASCAP Latin Awards: veja os vencedores!

Com o título Bad Bunny Is Not Playing God (Bad Bunny não está brincando de Deus), a matéria ressalta a luta contra o machismo que o cantor porto-riquenho vem vencendo no meio do reggaeton. Tudo isso por meio da música e de um visual totalmente inclusivo. É a primeira vez que um homem estampa a capa da revista, sem ser o criador Hugh Hefner.

“Eu faço tudo isso e eu nem tenho certeza do que eu causo”, disse. “Não até alguém vir até mim e falar ‘Cara, obrigado’, aí eu consigo entender o impacto”.

Entre diversos outros assuntos, o sexo não ficou de fora, já que esse é o tema principal da revista. “Todo mundo é livre para fazer o que quiser, com quem quiser, como quiser, com infinitas possibilidades. No fim, somos seres humanos. Todo mundo sente, todo mundo se apaixona por quem deve se apaixonar”. 

Com a sessão de fotos realizada em Miami antes da pandemia global, realizada por STILLZ e inspirada em deuses gregos, essa também é a primeira capa digital da revista.

Para conferir a entrevista na íntegra, disponível em inglês e espanhol,  é preciso se cadastrar no site oficial da revista.

View this post on Instagram

¿Quién es ese conejito?

A post shared by Playboy (@playboy) on

https://www.instagram.com/p/CCWX-m3pfXF/

Compartilhe com seus amigos!

Trending