Siga a LATINA

Notícias

Eurovision 2020 é cancelada

Festival não foi remarcado, como apontavam os rumores.

Sofia Sampaio

Postado

em

Eurovision 2020 é cancelada

É oficial: a 65ª edição da Eurovision, que aconteceria em maio em Roterdão (Países Baixos, conhecido informalmente como Holanda), foi cancelada depois de muitas especulações sobre o adiamento do festival por conta do Coronavírus.

Pabllo Vittar e Thalía mostram capa da parceria Timida
J Balvin mostra teaser de Amarillo, próximo single
Lérica revela ter parcerias dance com artistas internacionais

Foi a própria organização quem publicou o comunicado, que também tiraram algumas dúvidas do público. O motivo do cancelamento e não do adiamento da data foi porque, de acordo com o próprio festival, “é provável que a situação atual em toda Europa siga sendo incerta nos próximos meses” e não podem contar com esse tempo para organizar um evento tão grande. A possibilidade dos candidatos desse ano se candidatarem para a Eurovision do ano que vem, será discutida com o comitê executivo e os representantes dos participantes. A resposta virá em breve.

Brás Cantó, artista que representaria a Espanha no festival deste ano, revelou que apesar de sentir muito, concorda com a decisão da organização. “É uma pena porque há um trabalho muito grande por trás, de uma equipe incrível durante muitos meses trabalhando, não só em minha candidatura, mas sim em nível global”, disse. “Mas acredito que seja o certo. Há países que estão começando a ter a epidemia agora e não se sabe quando vão conseguir parar. Um ano de margem é o mínimo para fazer festival as condições certas. Eurovisón merece”. O cantor revelou, então, que vai representar o mesmo país na edição do ano que vem. “Estou muito feliz por ter a oportunidade de fazer isso em 2021”.

“É com profundo pesar que nós precisamos anunciar o cancelamento da Eurovision Song Contest 2020 em Roterdão.

Ao longo das últimas semanas nós exploramos várias alternativas que permitissem a Eurovision Song Contest seguir. 

Entretanto, a incerteza criada pela proliferação do COVID-19 pela Europa – e as restrições impostas pelos governos das emissoras participantes e pelas autoridades holandesas – significam que a European Broadcasting Union (EBU) precisou tomar a difícil decisão de que é impossível prosseguir com um evento ao vivo como planejado. 

Nós estamos muito orgulhosos que a Eurovision Song Contest tem unido público todos os anos, sem interrompções, nos últimos 64 anos, e nós, como os milhões de fãs pelo mundo, estamos profundamente tristes que isso não ocorrerá em maio.

A EBU, NPO, NOS, AVROTROS e a Cidade de Roterdão vão continuar as conversas pensando na realização da Eurovision Song Contest em 2021.

Nós queremos pedir às pessoas que nos apoiem enquanto nós trabalhamos as ramificações dessa decisão sem precedente e esperar pacientemente as próximas notícias que virão em dias e semanas. 

[…]”

Trending