Siga a LATINA

Notícias

Najwa lança ‘AMA’, álbum de grandes clássicos, com muito afeto

Saiba todos os detalhes.

Sofia Sampaio

Postado

em

Najwa lança 'AMA', álbum de grandes clássicos, com muito afeto

Há melodias que nunca sairão de moda, bem como composições que são clássicas justamente por caberem muito bem em releituras de diferentes gêneros e épocas. Najwa [Nimri] fez isso em AMA, seu novo álbum lançado na última sexta-feira, 4 de junho.

Conhecida principalmente como Alicia Sierra em La Casa de Papel e/ou Zulema Zahir em Vis a Vis, Najwa é uma cantora que, embora não precise provar nada a ninguém, sempre deixa claro o alto nível de talento e criatividade, e AMA, oitavo álbum solo, não é uma exceção.

Com a estreia do novo material, produzido por Josh Tampico, a artista espanhola também lançou o vídeo oficial de Muñequita Linda, faixa que abre o álbum e que foi o fio condutor desse projeto que revisita clássicos do bolero em melodias contemporâneas. Estrelado por Ester Expósito (Elite), o clipe tem uma história aberta para grandes interpretações, mas de uma maneira geral, aborda situações e traumas vividos na infância que podem ressoar na vida adulta como paralisantes.

“Todo álbum começou com essa música, que não necessariamente seja a minha favorita, mas é a partir dela que tudo começa. Uma música recorrente que cantarolei a vida toda e nunca me preocupei de onde veio”, contou Najwa ao portal Explica.

Além do clássico de Nat King Cole, a artista espanhola também canta, entre as dez faixas do disco, sucessos de Antonio Machín, Nelson Gonçalves e mais. “Dessa vez não tivemos que criar músicas, as batidas que já estavam prontas e discutidas desde o último álbum, então essa etapa a gente já tinha concluído.”

“São canções que ajudaram as pessoas a conviver com o dia a dia na pós-guerra e nesse confinamento [da Covid-19] houve um pouco disso, poupando as distâncias porque também há gente morrendo.”

Para acompanhá-la, Najwa convidou grandes artistas, como seu colega de série Álvaro Morte, o Professor em LCDP. “Ficamos constrangidos com as circunstâncias, de PCR a PCR e com as pessoas da equipe adoecendo constantemente. Falei pra ele vir um dia pra fazer música e a gente tentou, sem saber se daria certo, e escolhi a música que ele mais pudesse falar com aquela voz maravilhosa que tem”, explicou.

Pablo Alborán também está na tracklist, que Najwa acreditava que não aceitaria o convite. “Eu buscava um toque clássico com ele”, e conseguiu em Historia de un Amor.

Com uma agenda digna de uma grande artista, Najwa Nimri tem os próximos meses de bastante trabalho. Além da divulgação de AMA, também se prepara para o lançamento da última temporada de La Casa de Papel com uma personagem chave na história da série mais assistida da Netflix, e a participação em Insiders, um reality ficcional da mesma plataforma.

“Tenho mais sucesso como atriz do que como cantora, então sempre foquei na carreira de atriz mas minha música é algo constante, o que eu sempre faço independente se vai bem ou mal”.

AMA, de Najwa, está disponível em todas as plataformas digitais. Abaixo, você pode ouvi-lo pelo Spotify:

Compartilhe com seus amigos!