Siga a LATINA

Notícias

Ozuna fala sobre Nibiru e seu amadurecimento na música

Confira a entrevista para o ET Online.

Sofia Sampaio

Postado

em

Ozuna fala sobre Nibiru e seu amadurecimento na música

Nibiru está entre nós, finalmente. Ozuna, que começou antecipando o disco desde novembro de 2018, lançou seu novo disco nessa sexta-feira (29). Canções como Baila, Baila, Baila e Amor Genuino, por exemplo, foram um “aperitivo” para o novo material.

Você também pode curtir:
Akon fala sobre álbum “El Negreeto” para a Latina Brasil
Bellaquita (Remix) atinge Top 50 no Spotify
Natalia Barulich, ex-namorada de Maluma, anuncia primeiro single

Sabemos que o álbum foi adiado diversas vezes. Isso aconteceu porque o cantor não estava satisfeito com o resultado final. Por isso, depois de um ano, o disco ficou pronto “de novo” – e todo esse processo de refazê-lo e repensar nas canções, levou Ozuna para um outro “nível” de percepção musical.

Em entrevista exclusiva para o ET Online, o porto-riquenho revelou que 2019 foi um ano que mudou sua perspectiva na música e na vida. “Tudo que aconteceu comigo, bom ou ruim, me ajudou a me moldar. Tudo serviu para o bem”, disse. Agora, o público pode entender esse amadurecimento através de seu álbum. Nibiru, que ganhou esse nome muito por conta da parte mitológica, representa uma concepção de um caminho que permite Ozuna se conectar com diversos públicos, segundo o próprio. “Eu acho que vai me ajudar a compartilhar uma experiência musical única, onde você não vê apenas o cantor de reggaeton no palco, mas você se conecta com cada canção porque eles representam cada momento variado da vida. É também para os fãs verem um Ozuna diferente”, explicou.

Sua música preferida é Temporal, faixa que ele já comentou diversas vezes e que conta com a colaboração de Willy Rodriguez. “É uma música que me tira do reggaeton e me coloca em um musical. É uma canção que me ensinou tanto e uma experiência que mudou minha percepção e visão para música. Temporal é a minha favorita do disco. Não é reggaeton, não é trap e eu acho que vai causar muito impacto nas pessoas”, revelou.

Ouça, a seguir, o álbum com 18 faixas, sendo algumas em parceria com grandes nomes como Snoop Dogg e Anuel AA:

Compartilhe com seus amigos!

Trending