Siga a LATINA

Notícias

Ozuna x Don Omar: a ‘briga’ entre novos e antigos nomes do reggaeton

“Rivalidade” entre pioneiros do reggaeton e novos nomes do gênero continua crescendo – entenda.

Sofia Sampaio

Postado

em

Recentemente, Don Omar fez uma declaração que desagradou Ozuna – e bastou para começar um bate-rebate de críticas. A discussão representa muito bem a dispensável “rivalidade” entre os novos nomes do gênero urbano e os pioneiros do ritmo. Não é de hoje que isso acontece, pois não é a primeira vez que um lado ataca o outro.

No último final de semana, a revista Rolling Stone publicou uma reportagem sobre a compra de visualizações em vídeos do YouTube e os dados mostram que os artistas latinos são os que mais recorrem a essa técnica. Vale lembrar que isso não é ilegal, mas será que é realmente válido? Além dos latinos, uma outra reportagem do Bloomberg, mostra que o rapper indiano Badsha, a girlband coreana BlackPink e Taylor Swift (citando alguns) também já gastaram dinheiro em campanhas que geram visualizações.

Don Omar falou sobre as reportagens em seu Instagram: “Talvez seja um segredo para os fãs da música… Adivinhem quem são os que compram mais visualizações? Música urbana latina e outros gêneros. O que vocês acham? Estavam sabendo disso? Eu já sabia disso há muito tempo e venho estudando o suposto êxito de alguns lançamentos”, declarou.

Se era uma indireta para Ozuna ou não, não importa, porque o cantor vestiu a carapuça. No programa Alofoke Radio Show, o locutor perguntou a opinião do artista sobre isso, que deixou claro que tudo se trata de uma estratégia de marketing que todos recorrem. “Agora mesmo o gênero [urbano] tem três ‘nomes’: Bad Bunny, Anuel e Ozuna. Don Omar não está no melhor momento de sua carreira para dar uma opinião sobre isso”, revelou. Além disso, também ressaltou o fato de ter ganhado quatro títulos de recordes no Guiness Records e que “isso não se compra com dinheiro”.

Entretanto, Ozuna não ficou só no “ataque”. O cantor também falou a importância da união latina – latino gang, como sempre diz J Balvin. Para ele, isso é um dos maiores fatores que ajudam a música latina ser a industria que mais cresce a cada ano. “Acredito que é preciso sempre trabalhar mais e mais e mostrar ao mundo quem é Rey Don Omar com música, não com comentários nem obscurecendo o trabalho de outros. Eu compito com Anuel e Bad Bunny, que são meus irmãos, e não ofusco o trabalho deles. De fato, nos apoiamos”.

Don Omar é considerado um dos pioneiros do reggaetón há anos – tem sucessos como Danza Kuduro e Virtual Diva no extenso currículo. Nos últimos tempos, tem lançado novas canções, mas que não alcançaram o nível “mais alto” que estava acostumado. Ramayama, uma parceria com Farruko, é um dos hits mais atuais que acumula 76 milhões de reproduções.

De fato, Ozuna, Anuel AA, J Balvin e muito mais tem levado gênero urbano latino a lugares incríveis – muito, também, pela abertura do hit Despacito, de Luis Fonsi. Hoje, cantores norte-americanos super famosos, “disputam” uma parceria com algum artista latino (Madonna é um dos grandes exemplos disso). Porém, é importantíssimo sempre ter na cabeça que para muito além de Despacito, Ozuna e companhia só conseguiram atingir o patamar atual por conta dos “antigos” nomes – que vão de Don Omar, Daddy Yankee, Nicky Jam, Wisin & Yandel e Ivy Queen, que inclusive já revelou que tem sido “ignorada” pelos novos nomes do reggaetón.

Compartilhe com seus amigos!

Trending