Siga a LATINA

Notícias

Ricky Martin lança Cántalo com Bad Bunny e Residente

Música será apresentada no Grammy Latino, nesta semana.

Sofia Sampaio

Postado

em

Cántalo, a parceria inesperada de Ricky Martin com Residente e Bad Bunny, chegou nessa terça-feira (12). Como muitos imaginaram, é uma espécie de grito dos porto-riquenhos, que começaram a parceria em julho deste ano, durante as manifestações políticas de Porto Rico. A primeira apresentação desse trio está próxima. Nessa quinta-feira (14), eles apresentarão a nova canção no Grammy Latino.

Porto Rico: artistas celebram renúncia de Ricardo Rosselló
Maluma pede que artistas urbanos parem de falar mal dele
Ricky Martin anuncia nova turnê: Movimiento começa em fevereiro

Como disse a Billboard, a canção deixa de lado o som mais comercial para tornar-se “um single cultural”, que transmite mensagens de união e celebração. Faz sentido, já que os três artistas se aproximaram durante as manifestações em Porto Rico, em julho deste ano, quando a maioria dos porto-riquenhos foram às ruas exigir a renúncia de Ricky Rosselló, até então governador da ilha.

A própria capa dessa parceria remete aos posteres das manifestações. Logo quando as manifestações chegaram ao fim, com a “vitória ao povo de Porto Rico”, Ricky Martin falou sobre os planos para o próximo ano – seu próximo álbum, segundo o próprio, será inspirado nesse momento histórico de Porto Rico.

A letra de Cántalo, claro, também fala do povo. “Não quero um troféu, quero que meu povo cante”, diz Residente. “Ninguém vai nos parar hoje / Nem mesmo um sonífero de elefante / Dinheiro, mesmo que abundante, não vale a pena”, cantam juntos. A mistura da salsa, com reggaeton e hip-hop, e remete, também, a outro porto-riquenho – Héctor Lavoe. Foi inspirada na performance do salseiro em 1974 com a canção Mi Gente. “Cántalo tem uma história fascinante”, disse Martin para o jornal El Nuevo Día. “Fania [gravadora] me deu os grandes mestres de Mi Gente para trabalhar nessa canção, que é uma responsabilidade muito grande e enche meu coração de orgulho”. A letra foi escrita por Martin, Residente, Bad Bunny, Danay Suárez, Rubén Blades e Johny Pacheco.

“A colaboração nessa canção continua mostrando a união através da música e dentro de um círculo de diferentes gerações que representam nossa cultura e herença”, disse Residente, que co-produziu a música com Jeffrey “Trooko”. “Foi uma experiência incrível itnegrar Mi Gente, uma música com uma rica história desde a sua criação na África, até seu impacto global”, finalizou. Martin ressaltou os créditos à Residente e Bad Bunny. “Residente, um grande produtor e letrista e, claro, Bad Bunny, a nova cara do gênero e uma pessoa que, sendo muito jovem, tem muitas coisas importantes a dizer. Temos muitas coisas em comum e é aí que a magia nasce. Estou realmente empolgado de ter colaborado com artistas tão talentosos e especiais quanto eles”.

Bad Bunny e Residente também fizeram uma canção juntos, na época dos protestos, com uma letra encaminhada diretamente ao ex-governador. Pouco tempo depois, lançaram Bellacoso, que tem uma letra política — mas não diretamente às manifestações.

Trending